Carta...

Recebi esta carta pelas mãos de uma criança de 7 anos, o ano passado perto do natal. Faleceu no dia a seguir...nunca mais te esquecerei pequenina.

" Olá a todos

eu sei que vocês me querem dizer alguma coisa mas têm medo não é?

Mas os grandes têm medo? Pensei que fossem só os meninos como eu que tinham medo.

Eu sei que estou muito doente, já á muito tempo que não brinco com os meus amigos e nem vou dar passeios ao domingo.

A minha mãe disse-me que a minha casinha agora era aqui com vocês. Mas disse que não ia demorar muito.

Eu gosto muito de vocês sabiam? Vocês brincam muito comigo e vêm me visitar muitas vezes.

Sabiam que vou ter um mano? Ainda está a dormir na barriga da mamã. Eu acho que eu sou ele. Quando eu me for embora ele chega.

Eu não tenho medo de ir embora vocês já me disseram como vamos embora. Estou já muito cansada, acho que preciso de descansar.

O bichinho que está dentro de mim está mal disposto hoje, já á muitos dias que anda assim.

Gosto muito de vocês todos, Como a mamã diz: "São a melhor equipa do mundo!"

Beijinhos para os doutores e doutoras que vêm o meu bichinho, para a doutora  que gosta muito de falar comigo e fazer muitas perguntas,para os enfermeiros e as enfermeiras que dão medicamentos para o bichinho não andar tão zangado e para as senhoras ajudantas dos doutores que me fazem rir."

 

sinto-me:
tags:
publicado por voosdeborboleta às 15:19 | link do post | comentar