A minha asma...

Sou asmática desde sempre. No entanto só foi detectada quando tinha 12 anos e já se encontrava como asma moderada (existem 3niveis de asma: asma ligeira;asma moderada;asma grave).

Desde que nasci que sofria de asma ligeira e nenhum médico se apercebeu disso, e como durante muitos anos não fiz medicação e a minha doença progrediu.

Descobriram aos 12 anos porque estive 1ano com tosse e nada resultava, nem anti-inflamatórios nem broncodilatadores (sempre em xarope), despois de estar cansada da minha tosse e me sentir extremamente cansada o médico de familia passou-me um P1 para um pneumonologista e a partir daí fiz muitos exames até que chegou o veredito: Asma!

A partir desse momento a minha vida mudou, comecei a tomar um "cabaz" de medicamentos que foi crescendo ao longo dos anos, e começaram as crises (vulgarmente conhecidas como ataques de asma).

Aos 18 anos tive uma paragem cardio-respiratória, entrei no hospital clinicamente morta mas o dr. JT e o resto da equipa não desistiram de mim, acharam que eu ainda tinha muito tempito para ainda cá, e cá estou hoje. Um milagre!

Um asmático é uma pessoa completamente normal e merece todo o respeito e nenhum tipo de discriminação.

Já fui discriminada por ser asmática e senti-me indignada.

Uns dias são mais faceis do que outros, mas consigo ultrapassa-los devagarinho.

Não luto contra a minha doença, pois sei que posso ganhar várias batalhas mas ela acabará por ganhar a guerra. Não tenho medo dela mas sim respeito-a e vivo pacificamente com ela....

sinto-me:
tags:
publicado por voosdeborboleta às 19:58 | link do post | comentar