Á minha maneira...

É assim que quero que seja este novo ano para mim! Será á minha maneira e ponto!

Não é fácil? Eu bem sei, mas se eu quiser muito que seja assim, assim será...

Espera-me a mim, como a todos vós, muitos dias pela frente, dias maus, desilusões, quebras, sentimentos falhados, lágrimas, saudades, tristezas. E também me espera , a todos nós, alegrias, sorrisos, felicidade, paz, abraços, conquistas, reconquistas, sucessos e sorte...

Haverá espaço para tudo e para todos os sentimentos, com os maus iremos aprender e crescer, com os bons iremos agradecer e aproveitar.

Não tenho uma lista de resoluções de ano novo, penso que essa ideia deixa as pessoas deprimidas logo quando não conseguem atingir o primeiro objectivo, o que de facto não é isso que deverá acontecer. Os objectivos têm que ser reais, senão sabemos de antemão que não os iremos realizar.

Portante sei o que quero para este ano que ainda é tão pequenino.  No final do ano irei rever se fui capaz ou não...Talvez alguns objectivos até sejam substituídos por outros entretanto...

Mas tenho objectivos que não mudarão: Continuar muito presente ao lado da minha família, dar atenção e estar com os amigos (os verdadeiros), tentar melhorar a minha qualidade de vida perante a minha doença, atingir um grau mais elevado na vida profissional. O resto que vier será bem vindo!

E este ano acabaram-se as oportunidades...quem quer fazer parte da minha vida será bem-vindo, mas não admitirei o "entra e sai..."...essas pessoas terão que se decidir!

E...vamos sorrir sempre! E...arriscar!

A palavra que escolho para este ano, na minha vida, é decididamente arriscar!

Porque vale a pena correr riscos...

 

 

 

publicado por voosdeborboleta às 09:25 | link do post